1º/09/2010

Destaques do empate em Salvador

Por Felipe Silveira (texto) e
Alexandre Lops (fotos)
Direto de Salvador

Defesa sólida

Foi uma noite perfeita da zaga. Índio foi insuperável na área colorada. O camisa 3 do Inter ganhou praticamente todos os lances dos atacantes adversários, sendo extremamente eficiente, tanto por cima como por baixo. Ao seu lado, Sorondo foi outro gigante, principalmente no jogo aéreo. Substituto do capitão Bolívar, o uruguaio usou com maestria seu 1m90cm de altura para afastar qualquer bola que rondasse a área do Inter. No primeiro tempo, quase marcou um gol, ao desviar de cabeça por cima.


Zagueiro Índio teve atuação destacada na sua 266ª partida pelo Inter

Renan seguro

O goleiro teve mais uma atuação segura e chegou ao terceiro jogo sem sofrer gol. No segundo tempo, fez uma importante defesa, ao espalmar para o lado um forte chute de Henrique. Foi soberano nas saídas de gol, principalmente nos 15 minutos finais, quando o Vitória passou a forçar nas bolas cruzadas para a área. “Fico feliz que a nossa defesa não tenha sofrido gol. É o empenho de todos que está fazendo a diferença”, elogiou Renan.


Renan fez boas defesas na partida contra o Vitória, em Salvador

Capitão Kleber

Na ausência do zagueiro Bolívar, que cumpriu suspensão automática, a braçadeira de capitão ficou com o experiente lateral-esquerdo. E Kleber apresentou mais uma vez o futebol técnico que faz dele um dos melhores jogadores da posição no Brasil. O jogador de 30 anos esbanjou categoria com bons passes e lançamentos para o ataque. Sempre que pôde tentou levar o time à frente, mas sem nunca se descuidar do plano defensivo. "Jogar no Barradão é sempre difícil. O Vitória ainda vai tirar muitos pontos de outros adversários aqui. Soubemos suportar bem a pressão e o resultado acabou sendo justo", avaliou Kleber após a partida.

Meio-campo pegador

A tríade Glaydson, Wilson Matias e Tinga foi incansável no meio-campo. Os dois último foram substituídos na etapa final, mas enquanto estiveram no gramado do Barradão, marcaram intensamente e tentaram sair jogando quando tiveram espaço. Tinga até chutes a gol arriscou, demonstrando que os quatro anos em que atuou no futebol europeu também serviram para aprimorar esta quesito. No primeiro tempo, o volante quase marcou em dois perigosos chutes. Wilson Matias, por sua vez, se movimentou bastante e roubou diversas bolas no meio-campo. Já Glaydson foi o volante sóbrio de sempre, garantindo segurança à zaga.


Volante Wilson Matias teve boa atuação até ser substituído, aos 16min da etapa final

Próximo desafio

O Inter encara o Grêmio Prudente no Beira-Rio, no próximo domingo, às 18h30 (ingressos estão à venda). Será o último jogo do primeiro turno. O time colorado ainda terá uma partida atrasada da 13ª rodada para disputar, contra o Santos, no dia 13 de outubro, na Vila Belmiro.


Outras notícias
Loja Virtual