29/07/2010

Copa 2014: Lula aciona máquinas e dá início às reformas do Beira-Rio

Por Marcos Bertoncello (texto)
e Alexandre Lops (fotos)

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, deu início às obras de revitalização do estádio Beira-Rio de maneira oficial nesta quinta-feira. O ato visa a Copa do Mundo de 2014, que tem o Brasil como país-sede e o Gigante como um dos palcos capazes de receber a competição.


Lula (D) se disse colorado durante evento na tarde desta quinta-feira

Foi realmente uma tarde inesquecível para o Sport Club Internacional. Este dia 29 de julho de 2010 ficará marcado na história do Clube como o do início das obras de revitalização do Beira-Rio, inaugurado pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, para a Copa do Mundo de 2014. O maior evento do futebol mundial em solo brasileiro já tem o Gigante como primeiro estádio oficializado por Lula para começar sua reforma.

“Fiquei muito feliz pelo convite feito pelo Inter, através de seu presidente (Vitorio) Piffero. Este clube é um exemplo de organização no Brasil. Estou lisonjeado de ver um clube caminhar com suas próprias pernas para se preparar para a Copa do Mundo. Sou torcedor do Inter. É uma tristeza para meus companheiros que são gremistas”, revelou o presidente da República em pleno gramado do Gigante.


Lula e Orlando Silva foram presenteados com camisas oficiais do Inter

A cerimônia do ato ocorreu por volta das 13h45 desta quinta. Lula chegou ao Beira-Rio acompanhado do ministro dos Esportes, Orlando Silva. A direção colorada, devidamente fardada com capacetes personalizados com o projeto ‘Gigante Para Sempre’ (plano arquitetônico da modernização do estádio), foi formada pelos vice-presidentes e diretores, liderados pelo presidente do Clube Vitorio Piffero. Ainda participaram do evento os jogadores do Internacional Bolívar, Tinga, Sandro e Kleber, o preparador de goleiros e ex-atleta Clemer, e o presidente da Federação Gaúcha de Futebol, Francisco Noveletto. Todos receberam Lula em frente ao portão 7, ao lado do Museu do Inter.

Imediatamente Lula, Vitorio Piffero, Orlando Silva, o prefeito de Porto Alegre José Fortunati, além do ex-governador do Estado, Olívio Dutra, retiraram uma bandeira do Internacional que cobria a placa descerrada de oficialização das obras coloradas. Em seguida, o presidente da República eternizou suas mãos em uma outra placa de cimento para aprovar o início da reforma (o material será exibido no Museu do Inter nos próximos dias) e ainda foi presenteado com uma flâmula do Clube pelo capitão do time Bolívar e uma camiseta oficial n° 10 personalizada com o seu nome.


Bolívar cumprimenta o presidente da República e o entrega a flâmula do Inter

Que comecem as obras!

Foi então que o grande momento do dia ocorreu. Lula se direcionou a uma máquina de perfuração, estacionada no local da cerimônia, e acionou seus motores, simbolizando o ponta pé inicial da modernização do Beira-Rio. “A Copa de 2014 começou”, resumiu emocionado, ao som do hino do Internacional. Cerca de 200 pessoas acompanharam a solenidade.

Vitorio Piffero não poupou palavras para enaltecer o grande momento, que carimba com brilhantismo sua gestão frente à presidência do Inter. “Muito nos honra a presença do presidente Lula aqui conosco para este marcante dia na história dos colorados, dos gaúchos e dos brasileiros. Com certeza, isto tudo é fruto de um trabalho coletivo em prol de um ideal comum”, credita.

O ministro Orlando Silva também fez questão de elogiar o trabalho realizado. “O Internacional e a cidade de Porto Alegre devem servir de inspiração para o restante do Brasil, pois é um estádio privado que faz obras para a Copa e, além de disponibilizar essa estrutura para o Mundial, vai usufruir disso tudo”, destacou.

Palavra dos craques

Tinga e Bolívar comentaram sobre a solenidade. O volante exaltou a participação da equipe para a realização. “É muito satisfatório fazer parte deste momento importante, mesmo que com uma contribuição pequena”, afirmou. O zagueiro não fugiu da linha de Tinga: “De fato é um orgulho muito grande estar presente neste marco na história do Inter”.

Passada pelo campo e saída pelos céus

Após o ato, os presentes se dirigiram ao gramado do Beira-Rio. Lá, no centro do campo, já estava estacionado um helicóptero da Força Aérea Brasileira, veículo com o qual Lula deixaria Porto Alegre até Santa Cruz do Sul-RS. “Conseguimos trazer a Copa para o Brasil com muito esforço e agora temos a responsabilidade e o compromisso de realizar uma bela maratona de eventos esportivos aqui no país: Copa das Confederações, Copa do Mundo, Copa América e Olimpíadas”, avisou o presidente da República.

Torcedor declarado do Corinthians, ele aproveitou para lembrar o bicampeonato nacional conquistado pelo Inter em 1976, justamente em cima dos paulistas. “O Internacional é um grande clube o qual tenho um carinho enorme, apesar de ter tirado o título do meu Corinthians em 76. Como esquecer de jogadores como Falcão, Manga e tantos outros?”, brinca.

No final, Lula deixou o Beira-Rio, sobrevoando a capital gaúcha e tremulando a bandeira do Internacional.


Helicóptero da FAB decola do centro do gramado do Beira-Rio

TV Inter transmitiu solenidade ao vivo

O canal oficial do Clube transmitiu toda a solenidade de modo integral. Os colorados puderam acompanhar passo a passo a oficialização do início das obras no Beira-Rio, bem como ouvir a palavra de dirigentes e autoridades presentes. O vídeo da transmissão estará postado no novo site da TV Inter: www.tvinter.tv! Acesse e confira!


Outras notícias
Loja Virtual