25/07/2010

Destaques da vitória sobre o Flamengo

Taison comanda vitória

Foi mais uma atuação vibrante do atacante. Além de marcar um gol de placa em um chute indefensável de longa distância, Taison foi o responsável pelos principais lances ofensivos do Inter. Ele jogou pelos dois lados, brigou pela bola no meio-campo, fez bons passes e levou muito perigo nos chutes de fora da área. Por muito pouco não fez outros gols. Aos 37min da etapa inicial, a bola passou raspando a trave direita após o camisa 7 soltar uma pancada de muito longe. Aos 10min do segundo tempo, em um potente chute cruzado, ele obrigou o goleiro Marcelo Lomba a fazer grande defesa. A bola ainda acertou a trave antes de sair para escanteio. Taison já soma três gols neste Brasileirão e 35 com a camisa colorada.


Golaço: chute de Taison acertou com precisão o ângulo do goleiro Marcelo Lomba

Renan mostra segurança

O goleiro fez uma boa reestreia pelo Inter. Ele superou a falta de ritmo de jogo e fez defesas importantes que garantiram a vitória sobre o Flamengo. Aos 10min da etapa final, Renan cresceu na frente do atacante Vinícius Pacheco e evitou o gol de empate dos cariocas. Aos 22 e aos 40 minutos, em duas venenosas cobranças de escanteio de Petkovic, ele estava atento e não foi surpreendido.


Renan fez boas intervenções na sua reestreia pelo Inter

Tinga ganha ritmo

Foi a segunda partida seguida do volante no seu retorno ao Inter. E a reestreia no Beira-Rio foi muito positiva. Tinga foi se soltando aos poucos e passou a ditar o ritmo do meio-campo, principalmente no segundo tempo, quando mostrou muita qualidade ao prender a bola e distribuir as jogadas. Quando deixou o campo para a entrada de Derley, aos 35min, a torcida reconheceu o seu empenho com muitos aplausos. A direção segue tentando reverter a punição que o impediria de jogar a primeira partida contra o São Paulo, nesta quarta-feira.

Sobis reestreia

O tão aguardado dia chegou. Rafael Sobis voltou a vestir a camisa do Inter quase quatro anos depois de ter participado da conquista da Libertadores, em 2006. É verdade que o atacante ainda não está na sua melhor condição física, mas nos 75 minutos em que atuou (foi substituído por Giuliano), ele tentou dar o máximo. Atuando pelo lado direito do ataque, Sobis quase deixou sua marca na reestreia. Foi aos 10min da etapa final, quando ao tentar um cruzamento da direita, acertou o travessão. A torcida vibrou muito com o lance.


Rafael Sobis voltou a vestir a camisa 11

Inter embalado

Foi mais uma vitória convincente, a quarta consecutiva sob o comando de Celso Roth. Mesmo sem jogar com sua força máxima, já que sete titulares foram poupados para a decisão contra o São Paulo, o Inter foi soberano durante toda a partida. Todos os setores da equipe foram equilibrados, tornando muito complicada a vida do adversário, que mais se defendeu do que atacou no Beira-Rio. A sexta vitória no Brasileirão foi conquistada de forma natural, deixando o Inter na quarta posição, com 19 pontos.

Próximos jogos

Agora tudo é Libertadores. O Inter começa a decidir contra o São Paulo uma vaga à final a partir desta quarta-feira, às 21h50min, no Beira-Rio. Pelo Brasileirão, o time volta a jogar no próximo domingo (1º/8), quando encara o Grêmio no Gigante. A partida de volta contra o São Paulo será no dia 5 de agosto, no Morumbi.


Outras notícias
Loja Virtual