18/07/2010

Destaques da vitória sobre o Ceará

Alecsandro com apetite de gols

O atacante nem pensou duas vezes e chamou a responsabilidade para si. Assim que o árbitro confirmou o pênalti sobre Giuliano no primeiro tempo, ele pegou a bola e a ajeitou com carinho na marca frontal ao gol. Com personalidade, chutou forte no canto direito para fazer 1 a 0, colocando fim a uma invencibilidade de 608 minutos do goleiro Diego, que não sofria gols no campeonato desde o dia 16 de maio. Foi o quarto gol de Alecsandro no Brasileirão e o seu segundo na retomada da competição após o recesso da Copa - na última rodada, o camisa 9 já havia marcado na goleada sobre o Guarani. Agora já são 45 gols em 96 jogos pelo Inter. Alecsandro é o artilheiro na temporada 2010, com 17 gols.


Alecsandro abriu o placar em uma cobrança de pênalti na etapa inicial

Kleber: lateral também faz gol

Chutar a gol sempre que der. É o que o técnico Celso Roth costuma pedir durante os treinos no Beira-Rio. No lance do segundo gol, Kleber encheu o pé e mostrou qualidade na conclusão final. O chute de pé esquerdo foi de primeira e não encontrou resistência alguma do goleiro Diego. Foi o oitavo gol do lateral-esquerdo em 85 partidas com a camisa colorada.


Kleber (camisa 6) supera o goleiro Diego e parte para a comemoração

D’Alessandro, o garçom

O meia argentino foi um dos destaques na tarde chuvosa. Foi incansável na criação ofensiva, principalmente no primeiro tempo, quando deu trabalho aos marcadores do Ceará. Hora pela direita, hora pela esquerda, D’Alessandro infernizou com suas jogadas agudas pelos lados da área. No lance do primeiro gol, fez um passe inteligente para Giuliano, que acabou sofrendo o pênalti na sequência da jogada. No comecinho do segundo tempo, o articulador foi até a linha de fundo e cruzou para traz, na feição para o chute certeiro de Kleber. Os gols do Inter passaram pelos pés de D’Alessandro.


D'Alessandro teve participação nos dois gols contra o Ceará

Vitória para embalar

O Inter superou a melhor defesa do campeonato, chegou aos 13 pontos e subiu para a sétima colocação do Brasileirão. Além de ganhar seis posições na tabela, a segunda vitória consecutiva enche o grupo colorado de motivação para as próximas partidas. Já nesta quarta-feira, o Inter volta a campo contra o Atlético-MG, pela 10ª rodada do campeonato nacional. O jogo será realizado na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas-MG, já que o Mineirão está fechado para obras.

No próximo final de semana, dia 25 de junho, o adversário é o Flamengo, no Beira-Rio. E no dia 28 de julho, o Inter começa a decidir com o São Paulo uma vaga na final da Libertadores da América, no Gigante. “A vitória é o que vale. Conquistamos seis pontos em duas partidas”, comemorou Andrezinho. Ponderado, o zagueiro Bolívar reconheceu que o time ainda precisa evoluir: “Valeu pelo resultado, mas a gente sabe que tem muitos pontos a serem corrigidos ainda”, disse.


Outras notícias
Loja Virtual