30/06/2010

D'Alessandro em ponto de bala

D'Alessandro voou baixo no treino desta quarta-feira. O meia-atacante deu qualidade à movimentação do meio-campo e foi o principal destaque do trabalho tático comandado por Celso Roth. Após a atividade, o argentino concedeu uma entrevista coletiva.


D'Alessandro apresentou muita movimentação no treino desta quarta

Pouco afeito ao contato com a imprensa, o jogador mostrou bom-humor ao sentar na bancada da Sala de Conferência do Beira-Rio. "Estanho estar aqui. Fazia muito tempo que eu não vinha", brincou, arrancando risos dos jornalistas presentes. Na sequência, D'Alessandro falou sobre seu momento e a metodologia de trabalho de Roth. Confira alguns trechos da entrevista:

Motivação total

"Minha dedicação nos treinos é sempre a mesma. A vinda de um treinador novo sempre dá uma motivação extra. Com a chegada do Celso, todos nós sabemos que tudo começa novamente. Todos terão chances, e isso para cada um de nós é uma motivação. A concorrência é muito forte, e para mim é bom sempre jogar. O meu trabalho começa nos treinos, por isso a dedicação é muito importante. O trabalho nos treinos é o principal para fazer um bom jogo. Não importa se vou jogar no meio, pela esquerda, ou na direita. O importante é encaixar na formação que o técnico está imaginando".

Sempre confiante

"Nunca tenho dúvida do meu trabalho. Estou sempre confiante.O futebol é fácil: tenho que trabalhar forte para mostrar que posso jogar. O futebol é minha vida, é meu trabalho. Não me acho nem o melhor, nem o pior. Sempre carrego minha responsabilidade".

Novo comandante

"O Celso fala muito mesmo nos trenos (risos). Saí da Argentina e fui para a Alemanha, e lá eu não entendia nada. Podiam até estar me xingando que eu não entendia nada (risos). Cada treinador tem seu estilo de trabalho, mas nenhum tem a verdade. O futebol muda muito. Ninguém tem a verdade sobre a preparação física ou tática. O jogador tem de estar preparado para qualquer mudança".

Preparação dura

"O trabalho físico de agora está puxado. Tento sempre fazer o melhor no meu trabalho, mais ainda numa pré-temporada. O futebol passa muito por estar fisicamente 100%. O importante é estar bem fisicamente, para tudo ser diferente no Brasileirão e na Libertadores".


Outras notícias
Loja Virtual