29/06/2010

Inter exercita marcação sob pressão

Muita gente ainda estava tomando o café da manhã por volta das 9h desta terça quando o Inter já estava treinando com intensidade no campo suplementar do Beira-Rio. O 11º dia da intertemporada começou com um trabalho que exigiu muita dedicação dos jogadores no plano defensivo. Roth montou dois times que se enfrentaram por quase 1h30min em alto ritmo. Índio foi a novidade na zaga atuando pelo lado esquerdo. Os time titular teve: Nei, Bolívar, Índio e Kleber; Sandro, Wilson Matias, Guiñazu, Giuliano e D'Alessandro; Alecsandro.


Celso Roth comandou mais um dia de carga dupla de treinos no Beira-Rio

Em um primeiro momento, não havia a presença de goleiro na equipe titular, e os resevas podiam chutar de qualquer lugar. No entanto, esta não era uma tarefa fácil, já que o time principal estava empenhando em parar as jogadas com forte marcação, principalmente no meio-campo. A saída de bola também era muito pressionada. Roth cobrava a todo tempo o desempenho dos jogadores, sem dar margem para o erro: "Tem que matar a jogada, se não a gente toma o gol. Não pode deixar chegar na frente. Quando tiver sem a bola, tem que recompor rápido atrás", bradava o treinador.


Inter segue treinando forte no Beira-Rio sob o comando de Celso Roth

Em um segundo momento do treino tático, Lauro foi para o gol dos reservas. Sorondo, Glaydson e Andrezinho entraram nos lugares de Bolívar, Wilson Matias e Giuliano. A partir de então, os titulares só podiam dar dois toques na bola, o que tornava a movimentação bastante dinâmica. Por fim, Roth comandou um treino de saída de bola com os titulares em uma das metades do campo. A dinâmica dos movimentos foi repetida à exaustão. Os demais jogadores praticaram a finalização sob a orientação do auxiliar técnico Humberto Ferreira.

No turno da tarde, Roth intensificou os treinos de finalização, com muitos cruzamentos para a área. Na parte final da atividade, os jogadores só eram liberados após acertarem os chutes.


Outras notícias
Loja Virtual