24/03/2010

Inter surpreendido no Passo D´Areia

O Internacional foi derrotado pelo São José-POA por 3 a 0, na noite desta quarta-feira, no Estádio Passo D´Areia, pelo returno do Gauchão. O time colorado lutou muito, mas não conseguiu evitar a segunda derrota em 18 jogos disputados na temporada. No próximo domingo, o Inter vai em busca da recuperação contra o Caxias, no Centenário.

Foi um jogo complicado para o Inter. O time começou melhor, fazendo boas tabelas e chegando com velocidade ao ataque, mas apesar do maior volume de jogo, tinha dificuldades para finalizar. Em dois ataques isolados, o São José acabou fazendo dois gols. Logo no começo do segundo tempo, o Inter sofreu o terceiro, complicando a situação na partida. Mais tarde, um apagão ocorrido em parte dos refletores do estádio obrigou a paralisação da partida por 27 minutos, o que também acabou prejudicando a tentativa de reação do time do técnico Jorge Fossati. O resultado deixa o Inter na terceira colocação do Grupo 2, com oito pontos. O São José é o líder provisório, mas poderá ser superado pelo Caxias ao final da rodada, nesta quinta-feira.


Giuliano tenta o chute: Inter pressionou no começo do jogo mas não conseguiu marcar (fotos/Alexandre Lops)

O jogo

As dimensões reduzidas do gramado do Passo D'Areia tornaram o jogo bastante movimentado, com muita disputa pela bola nos minutos iniciais. O Inter fazia rápidas trocas de passes no meio-campo, mas não conseguia finalizar com qualidade. Na primeira boa chance, aos 9min, D'Alessandro cobrou escanteio e a bola sobrou para Kleber. Livre de marcação, o lateral enquadrou o corpo e chutou para boa defesa do goleiro Rafael. O Inter pressionava e conseguia sucessivos escanteios. Em um deles, aos 12min, Giuliano recebeu passe na meia-lua e chutou por cima do gol.

Aos 15min, Alecsandro e Rafael se chocaram na área. O atacante chegou a esboçar uma reclamação pedindo pelo pênalti, mas o goleiro havia se lesionado e chamava desesperadamente pelo atendimento médico. O árbitro Márcio Chagas deu a falta para o São José, alegando que Alecsandro havia tocado com a mão na bola antes de dividir com Rafael. O goleiro deixou o jogo e foi encaminhado para o hospital, onde foi constatada uma fratura no tornozelo. O reserva Tiago entrou na partida.


Volante Wilson Mathias em ação contra o São José

O São José abriu o placar justamente na primeira vez em que chegou ao ataque com perigo. Aos 22min, Juca cruzou da esquerda, a zaga não conseguiu cortar e a bola sobrou para o volante Dadá chutar no cantinho esquerdo. O Inter teve boa chance de empatar aos 31min:  D'Alessandro cobrou a falta e a bola sobrou para Fabiano Eller no interior da área, que só ajeitou para a paulada de Taison. A bola explodiu na trave esquerda e voltou para as mãos do goleiro Tiago.

O Inter passou a forçar a jogada aérea, mas sem sucesso. Aos 37min, Giuliano experimentou o chute frontal ao gol, de fora da área, e a bola passou muito próxima à trave direita. Aos 41min, Alecsandro desviou de cabeça o cruzamento da esquerda feito por Guiñazu e a bola passou sobre o travessão. Aos 42min,  Pedro Carmona chutou de longe e Pato Abbondanzieri defendeu em dois tempos. Aos 45min, Jéferson ampliou para o São José. Após cruzamento da esquerda, a bola sobrou para o atacante na pequena área, que chutou de voleio para marcar o segundo gol.

O primeiro tempo teve 50 minutos em virtude da paralisação para atendimento do goleiro Rafael. No último minuto da etapa, D'Alessandro e o técnico Argel discutiram à beira do gramado. Os jogadores reservas do São José partiram para cima do argentino, dando início ao tumulto. Os atletas do Inter intervieram, tentando apaziguar a confusão. Ato contínuo, o árbitro Márcio Chagas apitou o final do primeiro tempo e confirmou a expulsão de Argel. D'Alessandro foi advertido com o cartão amarelo.


Lateral Nei se movimentou muito na partida disputada no Passo D'Areia

Os dois times voltaram com as mesmas escalações para a etapa final. Logo aos 2min, um duro golpe. Guilherme ganhou da zaga e tocou na saída de Abbondanzieri para fazer 3 a 0. No minuto seguinte, Walter e Edu entram nos lugares de Taison e Alecsandro. Aos 7min, Nei fez boa jogada pela ponta-direita e tocou para Edu, que chutou prensado com a zaga. Aos 12min, Abbondanzieri afastou a bola com um chutão e evitou que Jéferson conseguisse a conclusão. Aos 14min, Guiñazu recebeu livre de marcação no interior da área e chutou sobre o gol. O técnico Jorge Fossati fez a última alteração aos 17min, colocando Marquinhos no lugar de Giuliano.

Aos 20min, D'Alessandro cruzou da esquerda e Walter se antecipou à zaga para desviar de cabeça ao lado direito do gol. Aos 23min, o jogo foi paralisado em virtude uma pane em parte do sistema de iluminação do estádio. Os refletores só voltaram a funcionar após 27 minutos de espera. No primeiro lance após o recomeço, Jéferson cabeceou ao lado do gol, com perigo.

O Inter tocava bem a bola, mas seguia com dificuldades na finalização. Aos 59mmin, Abbondanzieri abandonou o gol para tentar interceptar a jogada na intermediária, mas o atacante do São José conseguiu o chute de longe e a bola saiu pela linha de fundo, ao lado da trave direita. Aos 68min, Jonas fez falta sobre e Nei e acabou sendo expulso após receber o segundo cartão amarelo. Aos 71min, Edu fez o giro no interior da área e chutou em cima do zagueiro. Aos 72min, Guiñazu chutou de fora da área e Tiago fez defesa segura. Não havia mais como mudar o placar. Agora, o Inter já pensa no próximo jogo, contra o Caxias, neste domingo, às 16h, na Serra Gaúcha.

"Jogamos mal e nos desorganizamos muito após o primeiro gol", avaliou o vice-presidente de futebol Fernando Carvalho.

"Foi um péssimo resultado. Não fizemos um bom jogo, mas também não merecíamos perder desta maneira. O time lutou muito, teve bom volume de jogo, mas não conseguiu converter em gols esta superioridade. Vamos trabalhar para que a equipe melhore já no próximo jogo", disse o presidente Vitorio Piffero.
 
"Não fomos mal em termos de volume de jogo, mas tivemos erros defensivos que atrapalharam nossos objetivos. Acabamos nos desorganizando e sofremos os gols", disse o técnico Jorge Fossati.

"Faltou um pouco de sorte para o time. Começamos melhor a partida, mas não conseguimos marcar os gols. O São José se aproveitou das nossas falhas e conseguiu a vitória", afirmou Alecsandro.

São José (3): Rafael (Tiago); Alexandre, Wagner, Gustavo e Juca; Marabá, Dadá (Douglas), Jonas e Guilherme; Jéferson e Pedro Carmona (Rafael Xavier). Técnico: Argel Fucks.

Internacional (0): Pato Abbondanzieri; Nei, Sorondo, Fabiano Eller e Kleber; Wilson Mathias, Guiñazu, Giuliano (Marquinhos) e D‘Alessandro; Taison (Walter) e Alecsandro (Edu). Técnico: Jorge Fossati.

Gols: Dadá, aos 22min do primeiro tempo, Jéferson, aos 45min do primeiro tempo, e Guilherme, aos 2min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Jéferson, Dadá, Wagner, Jonas, Alexandre (S); Alecsandro, Kleber, D'Alessandro (I). Expulsão: Jonas (S).

Arbitragem: Márcio Chagas, auxiliado por Júlio Cesar Rodrigues dos Santos e João Lúcio Monteiro de Souza.

Local: Passo D`Areia, em Porto Alegre.


Outras notícias
Loja Virtual