03/03/2010

Goleada na arrancada do returno

O Internacional goleou o Santa Cruz por 4 a 1, na tarde desta quarta-feira, no Beira-Rio, na primeira rodada da Taça Fábio Koff. Alecsandro (2), Kleber e Giuliano marcaram para o time colorado. No próximo domingo, o adversário é o São Luiz, em Ijuí.

O jogo foi disputado em um horário totalmente inusitado, em plena tarde de dia útil, o que acabou prejudicando o comparecimento do público ao Beira-Rio. Além disso, o forte calor interferiu no desgaste dos jogadores. Apesar de tudo, o Inter foi a campo com muita disposição para arrancar com vitória na busca pelo título da Taça Fábio Koff, o returno do Gauchão.

Pressão inicial

Logo aos 3min, Giuliano fez boa combinação de passes com Nei e chutou colocado de fora da área. O goleiro Cássio se esticou todo e espalmou para escanteio. Aos 7min, Alecsandro e Giuliano fizeram bonita tabela iniciada na intermediária e terminada na entrada da área com chute rasteiro de Giuliano para defesa do goleiro adversário.

Kleber abre o placar

O Santa Cruz se fechava bem, concentrando jogadores perto da área. O time treinando pelo ex-goleiro Mazaropi só concedia ao Inter os chutes de fora da área. E foi numa cobrança de bola parada, de longe, que o time colorado abriu o placar. Aos 14min, Kleber cobrou falta no ângulo esquerdo, o goleiro Cássio ainda tocou na bola, mas ela entrou. Foi o terceiro gol do ala em 2010 em apenas sete partidas. Com a camisa do Inter, foi o seu sexto.

Inter domina o jogo

Aos 19min, o Inter quase ampliou. Kleber deu grande passe para o jovem zagueiro Juan, que cruzou e os atacantes colorados tentaram três conclusões, em um bate rebate incrível, mas a bola não entrou. Um dos chutes foi de Edu que Cássio salvou espetacularmente. Aos 25min, Giuliano arriscou de fora da área, a bola desviou na defesa e passou ao lado do gol. Apenas o Inter chegava à frente. Aos 32min, Alecsandro fez boa jogada, abriu para Nei que cruzou e Edu cabeceou para o goleiro Cássio defender.


Kleber abriu a goleada colorada no Beira-Rio

Empate em lance infortúnio

Aos 39min, a bola foi erguida para a entrada da área do Inter, Bolívar tentou cortar de cabeça e acabou cabeceando para o próprio gol. O Santa Cruz chegava ao empate sem ter dado sequer um chute a gol. Um minuto depois, Bolívar chutou de primeira e quase marcou. A bola passou pertinho.

Novamente em vantagem

O Inter queria reconquistar a vantagem no placar antes do final do primeiro tempo. Aos 42min, Kleber tentou colocar da entrada da área, mas Cássio defendeu. No lance seguinte, também aos 42min, o time colorado fez boa troca passes iniciando da ponta direita até a área, pelo lado esquerdo, quando Giuliano achou Alecsandro livre. O atacante chutou de pé esquerdo e colocou o Inter na frente novamente. 2 a 1.

Inter volta em cima do adversário

Ambos os times voltaram com as mesmas escalações para a etapa final. Aos 2min, Giuliano fez jogada de ponteiro, driblou o marcador, foi à linha de fundo e cruzou rasteiro para Bolívar concluir por cima. Um minuto depois, Juan avançou pela esquerda e cruzou para Edu, que recuou até Sandro chutar colocado para fora. Quase o terceiro gol do Inter. Aos 7min, Edu cobrou falta, a zaga cortou parcialmente, Edu tentou a conclusão, mas Cássio saiu nos pés dele e evitou o chute.

Giuliano marca golaço

O Inter era só pressão. Aos 9min, uma jogada de raça e técnica: Giuliano roubou a bola no campo do Santa Cruz, avançou em diagonal e chutou de fora da área, de pé esquerdo, no alto. Um golaço! Foi o segundo gol de Giuliano na temporada, o oitavo pelo com a camisa colorada.


Giuliano fez seu oitavo gol pelo Inter

A primeira conclusão do Santa Cruz foi somente aos 11min, em uma cabeçada de Evilásio que Pato Abbondanzieri defendeu. Aos 12min, Giuliano chutou forte de fora da área, a bola tocou em Kleber e quase entrou no cantinho.

Mudança de esquema

Aos 24min, Índio entrou no lugar de Nei. O zagueiro voltou a atuar após quase um mês de afastamento dos gramados por lesão. Com a mudança, Bolívar ocupou a ala direita. O time passou a atuar em duas linhas de quatro: Bolívar, Índio, Sorondo e Juan, na primeira, Giuliano, Sandro, Guiñazu e Kleber, na segunda.

O técnico Jorge Fossati promoveu as duas últimas mudanças aos 33min, colocando D’Alessandro e Taison nos lugares de Edu e Kleber. D’Alessandro voltou a jogar após mais de um mês de recuperação de uma lesão sofrida no rosto.

Artilheiro em alta

O Inter teve um pênalti ao seu favor aos 35min, quando Alecsandro foi derrubado na área. O próprio atacante chutou forte no alto para marcar o quarto gol do Inter. Alecsandro já tem a excelente marca de sete gols em sete jogos em 2010. São 35 gols com a camisa colorada.

Aos 39min, D´Alessandro entrou a dribles na área e chutou rasteiro, de pé direito, ao lado do gol, quase marcando o seu também. Foi o último lance significativo da estreia colorada no returno do Gauchão. O Inter volta a campo no próximo domingo, quando enfrenta o São Luiz, em Ijuí, pela segunda rodada da Taça Fábio Koff.

Entrevistas

"A cada partida, a gente vai melhorando. Hoje foi um jogo diferente. A equipe deles marcou bastante, mas atacou muito pouco. A tendência é a gente crescer cada vez mais", disse Alecsandro.

"Foi uma vitória merecida. Já fiz esta função no meio no Santos, mas meu lugar é na lateral", disse Kleber.

"O mérito maior do meu gol foi que consegui retomar a bola e depois acertei um belo chute", opinou Giuliano.

 "Não conquistamos o Primeiro Turno, então precisamos o título do Segundo Turno. Então temos que pensar no Sao Luiz e depois sim no Deportivo Quito", afirmou Bolívar.

"Até este momento o time no 3-5-2 estava se desenvolvendo melhor. O jogo que eu vi só o Inter quis atacar. O Santa Cruz chegou a fazer um gol sem chutar uma bola a gol. Troquei o esquema para dar minutos de jogo para o Índio e o D´Alessandro. Aproveitei a situação, trocando de sistema tático. Mas treinamos também nos dois esquemas", avaliou o técnico Jorge Fossati.

Internacional (4): Pato Abbondanzieri; Bolívar, Sorondo e Juan; Nei (Índio), Guiñazu, Sandro, Giuliano e Kleber (Taison); Edu (D´Alessandro) e Alecsandro. Técnico: Jorge Fossati.

Santa Cruz (1): Cássio; João Lima, Vinícius e Gláuber; Fabiano, Breno, William Paulista (Edson), Eder Lazzari e Rigo (Guilherme); Fabio Guilherme (Murilo) e Evilásio. Técnico: Mazaropi.

Gols: Kleber (I), aos 14min do primeiro tempo, Bolívar (SC), contra, aos 39min do primeiro tempo, Alecsandro (I), aos 42min do primeiro tempo, Giuliano (I), aos 9min do segundo tempo, Alecsandro (I), aos 37min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Rigo, Vinícius, Cássio, Breno (SC), Guiñazu (I).

Público: 6.031 (5.243 pagantes) / Renda: R$ 64.040,00.

Arbitragem: Francisco Silva Neto, auxiliado por José Otávio Bitencourt e Carlos Alberto Bittencourt.

Local: Beira-Rio.


Outras notícias
Loja Virtual