Internacional

Sport Club Internacional

Official Website

O Gre-Nal é, talvez, a maior paixão do povo gaúcho. Nada mais motiva, nada mais mexe com as questões mais profundas da alma do Rio Grande do Sul que o encontro dos dois maiores clubes do estado. E para a maior torcida do Rio Grande, falar em Gre-Nal é falar de Inter, falar do clube que possui a supremacia nos números e na história do clássico.

Desde 1909, quando se enfrentaram pela primeira vez, o jogo se tornou um marco para as duas torcidas. Aonde quer que existam um gremista e um colorado, dia de Gre-Nal é sagrado. Não importam os compromissos particulares, profissionais ou familiares, todas as atenções serão sempre voltadas para a partida de futebol. E nada mais justo que o maior vencedor do clássico tenha sua história contada também pelo Gre-Nal. 


O "Gre-Nal do Século"

O Internacional superou o Grêmio na década de 40, época do lendário "Rolo Compressor". No clássico de número 88 superava o tricolor no número de gols, e no jogo seguinte, o Colorado assumia a ponta no critério de vitórias para nunca mais perdê-la. É colorado o recorde de partidas invicto: 17 jogos na década de 70. É também colorado o maior artilheiro da história dos clássicos, o inesquecível Carlitos: o atacante marcou 42 gols em 62 clássicos disputados. Para completar, o Internacional sempre venceu em jogos decisivos ou cercados de circunstâncias especiais.


Carlitos, o maior goleador
em Gre-Nais

Foi assim na inauguração da nova bandeira do Grêmio (7 a 3) e na inauguração do Olímpico (6 a 2). No aniversário de 200 anos de Porto Alegre, o colorado também se saiu vitorioso. Somente em 2004, o Internacional venceu o Grêmio no dia do seu aniversário (2 a 1 pelo Gauchão dia 4 de abril), e no aniversário do rival (2 a 0 pela Copa Sul-Americana no dia 15 de setembro), feito homenageado pelos torcedores com um irônico e bem-humorado "Parabéns pra você". E, é claro, acabou sendo colorado o milésimo gol em Gre-Nais. Foi também o Inter o primeiro time a superar a barreira dos 500 gols no clássico com um gol de Almir em 1999.


Em 2008, Inter eliminou o Grêmio pela segunda vez na Copa Sul-Americana

Quando a conversa é sobre jogos eliminatórios, o Internacional é ainda mais superior. Até hoje, os rivais se enfrentaram por três competições nacionais e duas internacionais. Em todas deu Inter: Copa União 1988, Copa do Brasil 1992, Seletiva Pré-Libertadores 1999 e Copa Sul-Americana, em 2004 e 2008.

É esta a história da maior torcida do Rio Grande no mais aguerrido clássico do Brasil. Soberana, campeã e acima de tudo, Internacional.

Loja Virtual